Tribunal de Justiça

TJMG inicia terceira etapa do Mutirão de Conciliação em Brumadinho

Publicado em

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) abriu, nesta segunda-feira (6/11), a terceira fase do Mutirão de Conciliação em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A iniciativa integra as ações da XXVIII edição da Semana Nacional da Conciliação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Ao todo, serão analisadas, até sexta-feira (10/11), 109 ações referentes a processos individuais em tramitação no Núcleo de Justiça 4.0 – Cooperação Judiciária, que pleiteiam indenizações por abalo à saúde mental de moradores de Brumadinho afetados pelo rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, da mineradora Vale, em 2019. As audiências são realizadas no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do Fórum José Altivo do Amaral, em Brumadinho.

not---3-fase-do-mutirao-de-conciliacao-em-Brumadinho----4---.jpg
A terceira etapa do mutirão está sendo realizada no Cejusc do Fórum José Altivo do Amaral, em Brumadinho (Crédito: Riva Moreira/TJMG)

A primeira fase do mutirão de conciliação na Comarca de Brumadinho ocorreu entre os dias 11/9 e 15/9, com a realização de 47 audiências e homologação de 36 acordos, o que representou um êxito de aproximadamente 77%. A segunda etapa foi promovida nos dias 25/10 e 26/10, com 100% de êxito. Foram realizadas 33 audiências e homologados 33 acordos. Todas as ações estão relacionadas a indenizações por abalo à saúde mental de moradores de Brumadinho afetados pelo rompimento da barragem.

Sobre a terceira etapa do mutirão, a 3ª vice-presidente do TJMG, desembargadora Ana Paula Nannetti Caixeta, afirmou que a iniciativa deve ser novamente bem-sucedida. “Eu agradeço os advogados de ambas as partes por estarem aqui e desejo que consigamos resolver. Nada será perfeito ou milagroso, mas pelo menos a Justiça vai atuar para encurtar os caminhos e construir uma solução mais amena. A Justiça é um sentimento que o ser humano carrega de que será ouvido, de que vai receber a devida atenção. E de que o Poder Judiciário está atento a sua solicitação, a sua demanda, ao seu conflito. O que se busca é a pacificação social”, afirmou.

Leia Também:  Presidente José Arthur Filho conduz reunião sobre modernização do TJMG

As audiências são conduzidas pelos juízes Daniel César Boaventura e Paulo Roberto Maia Alves Ferreira, que atuam no Núcleo de Justiça 4.0 – Cooperação Judiciária do TJMG. A unidade foi criada em março de 2022 para atuar exclusivamente nos processos associados ao rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão.

As ações ligadas à mediação, conciliação e aos métodos autocompositivos de solução de conflitos no âmbito do TJMG são coordenadas pela 3ª Vice-Presidência do TJMG. Já o Núcleo de Justiça 4.0 é coordenado pela juíza auxiliar da Presidência, Marcela Maria Pereira Amaral Novais. Tramitam atualmente no Núcleo 4.0 cerca de 12 mil processos que foram encaminhados das duas Varas de Brumadinho.

“A expectativa é muito boa, pois as duas primeiras rodadas foram um sucesso. Adquirimos uma expertise maior e estamos bem organizados para tudo fluir bem e ser muito produtivo. O volume de processos é o dobro das outras edições, mas já havíamos avaliado o tempo para as audiências e conseguimos com isso otimizar o tempo”, disse o juiz Daniel Boaventura.

18ª Semana Nacional da Conciliação

A iniciativa faz parte da política do tribunal mineiro de impulsionar a cultura da conciliação e o uso dos métodos autocompositivos na solução de conflitos, além de estar inserida na XXVIII edição da Semana Nacional da Conciliação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que é realizada entre os dias 6/11 e 10/11 em todo o país. A campanha, promovida anualmente desde 2006, busca oferecer soluções consensuais nos processos, alcançando o maior número possível de resultados favoráveis. O objetivo da iniciativa é viabilizar a solução mais rápida e pacífica de litígios.

Leia Também:  Fernando Velloso expõe na Galeria de Arte do TJMG

A coordenadora do Cejusc de Brumadinho, juíza Renata Nascimento Borges, está muito satisfeita com o andamento de todas as etapas do mutirão. “As duas primeiras rodadas foram um sucesso e, como a desembargadora Ana Paula Caixeta destacou, é uma forma de entregar, de fato, a justiça aos jurisdicionados, aos atingidos pela Vale. Queria agradecer, em nome de Brumadinho, por todo o apoio da desembargadora, da juíza Marcela Novais e dos juízes do Núcleo que conduzem as audiências, entabulam os acordos e se certificam de que tudo está correndo da forma mais célere e eficaz aos jurisdicionados”, disse a juíza.

not---3-fase-do-mutirao-de-conciliacao-em-Brumadinho.jpg
As audiências de conciliação do mutirão reúnem magistrados, servidores e advogados da Vale e dos atingidos (Crédito: Riva Moreira/TJMG)

O advogado da mineradora Vale, Éder Filho, também agradeceu pela iniciativa pelo TJMG. “O que almejamos é uma solução, uma resolução muitas vezes mais célere do que eventualmente o trâmite do processo judicial, mas também justa e integral”, afirmou o advogado.

Diretoria Executiva de Comunicação – Dircom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG
(31) 3306-3920
[email protected]/
instagram.com/TJMGoficial/
facebook.com/TJMGoficial/
twitter.com/tjmgoficial
flickr.com/tjmg_oficial

Fonte: Tribunal de Justiça de MG

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Tribunal de Justiça

Presidente José Arthur Filho se reúne com deputado estadual Fábio Avelar

Published

on

Not--Presidente-se-reune-com-dep-Fabio-Avelar._1.jpg
Visita foi para tratar de questões relacionadas à Comarca de Nova Serrana (Crédito: Euler Junior/TJMG)

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho, recebeu, nesta terça-feira (28/11), a visita do deputado estadual Fábio Avelar, para tratar de questões referentes à Comarca de Nova Serrana, na região Centro-Oeste do Estado.

O encontro contou com a participação do juiz auxiliar da Presidência, João Luiz Nascimento de Oliveira, e do secretário de Governança e Gestão Estratégica (Segove), Guilherme Augusto Mendes do Valle.

O presidente do TJMG disse que Nova Serrana é uma cidade desenvolvimentista, com um volume de serviços muito expressivo. “Foi uma honra receber aqui o deputado estadual para conversarmos sobre questões relacionadas ao Judiciário no município”, disse.

Diretoria Executiva de Comunicação – Dircom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG
(31) 3306-3920
[email protected]
instagram.com/TJMGoficial/
facebook.com/TJMGoficial/
twitter.com/tjmgoficial
flickr.com/tjmg_oficial

Fonte: Tribunal de Justiça de MG

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Justiça condena internauta a indenizar empresário por mensagem ofensiva
Continuar lendo

PATROCÍNIO

COLUNA MINAS GERAIS

MINAS GERAIS

POLICIAL

FAMOSOS

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA