GeralNotícias

Fiemg processa Kalil por difamação

O ex-prefeito de Belo Horizonte disse que não recebeu a notificação e avisou: ‘Da Fiemg, o que chegar vai para o lixo’

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, revelou nesta segunda-feira (3/10) que a entidade entrou com uma ação penal por difamação contra o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD).

“A ação visa à reparação do candidato com relação as falas dele contra a Fiemg e até mesmo dano moral. A ação é penal e ele tem um período para se manifestar e retirar as acusações. Caso ele não retire, vai ter que provar o que disse e não provando ele vai responder criminalmente”, explicou.

Roscoe ressaltou que a entidade esperou o fim das eleições para o governo de Minas Gerais antes de se manifestar contra o ex-prefeito que concorreu contra o governador reeleito Romeu Zema (Novo). Entretanto, o pedido na Justiça foi feito durante a disputa do primeiro turno.

“Nosso papel é tão democrático que nem durante o período eleitoral nós respondemos para não parecer que era um posicionamento de A ou de B”, ponderou.

Resposta de Kalil

Quando questionado pela reportagem do Estado de Minas sobre o processo, Kalil disse que não recebeu a notificação e afirmou: “Da Fiemg, o que chegar vai para o lixo”.

Durante o debate na TV Globo, na semana passada, o ex-prefeito de Belo Horizonte criticou a postura de Zema e citou a Fiemg. Esta foi uma das menções feitas por Kalil sobre a entidade.

“Primeiro quero dizer que pedi o direito de resposta porque fui citado e acrescentar que tapa na mesa aqui não, não é a Fiemg. Não está rodeado nem de puxa-saco nem de bilionário. São quatro candidatos que merecem respeito. Aqui não tem lugar para tapa na mesa”, afirmou.

Ação penal

O documento foi assinado pelo juiz Jair Francisco dos Santos, da 1ª Unidade Jurisdicional Criminal – 40º JD da Comarca de Belo Horizonte.

“Intime-se o interpelado, por mandado, para prestar as explicações requeridas na interpelação judicial proposta pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), no prazo legal”, escreveu o magistrado.

A ação foi distribuída no dia 21 de setembro, e o despacho de notificação, assinado na última terça-feira (27/9).

“Gostaria de deixar claro aqui nosso repúdio às críticas feitas pelo então candidato Kalil com relação à posição da Fiemg”, reforçou Roscoe.

Da Redação com PortalS3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios