NotíciasSaúde

DEPUTADA FEDERAL GREYCE ELIAS JUNTO AO CONSELHO ENTREGA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PARA SANTA CASA DE PATROCÍNIO

Participe do Grupo no Telegram

Exames de ressonância magnética via SUS, uma realidade em Patrocínio e toda região!

A Deputada Federal Greyce Elias na segunda-feira, 2 de agosto, às 11 horas, entregou oficialmente junto ao Conselho Administrativo da Santa Casa de Patrocínio aparelho de ressonância magnética.

O pleito sonhado há anos pela Santa Casa, é um projeto que foi abraçado pela deputada patrocinense Greyce Elias, viabilizando recursos Mac da ordem de R$3.480.000,00 (três milhões quatrocentos e oitenta mil reais), com intuito de modernizar e estruturar a instituição, e para a ampliação da oferta de serviços de saúde para a população de doze municípios, sendo Patrocínio, Abadia dos Dourados, Coromandel, Cruzeiro da Fortaleza, Douradoquara, Estrela do Sul, Grupiara, Iraí de Minas, Monte Carmelo, Romaria e Serra do Salitre.

Estiveram presentes o Provedor José Carlos Dias, Vice-Provedor José Manoel, Secretária Maristela, Superintendente Augusto, diretores do Conselho Administrativo, médicos Dr. Marco Antônio, Dr. Ari, Dr. Lucas Siqueira, Dra. Edna, enfermeiros e colaboradores da Santa Casa; Vereadores Professor Alexandre e Panxita; ex-vereadora Marly Ávila; ex-vice-prefeito Gustavo Brasileiro; Presidente da ACARPA Osvaldo e Diretores Marcelo Queiroz e Virgínia Siqueira; Superintendente da Expocaccer Simão Pedro; Presidente da CDL Isabela Rezende; Presidente da Associação de Autistas Luís; Tenente Jesus do Corpo de Bombeiros; Major Guimarães da Polícia Militar de Patrocínio; Diretores do UNICERP; Diretoras Ana Valéria, Edilene e Ângela da AVP; Janine Teobaldo e Diretoria do Lions Clube Lilia Brandão e de Patrocínio; Diretoras da APAE de Patrocínio e, toda imprensa local.

A ressonância magnética é considerada um dos maiores avanços do século em diagnóstico médico por imagem. Com o diagnóstico das imagens de alta definição obtidas pelo exame, é possível fazer uma análise de doenças neurológicas, ortopédicas, abdominais, cervicais e cardíacas, além de tumores, doenças degenerativas, coágulos, traumas, esclerose, infecções e lesões. Pela complexidade, é considerado um procedimento de alto custo no SUS.

ASCOM Greyce Elias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de Anúncios Detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios